sanduíche de ovo cozido

eggsandwich.jpg

Tudo começou com um maço gigante de cress—uma folhinha bem verde e bem picante, que chegou na minha cozinha via cesta orgânica. Não é a primeira vez que recebo esse verde e geralmente apenas incorporo em saladas. Mas desta vez a fazenda me salvou enviando também uma receita para usá-la. Acho que ela pode ser facilmente substituída pela watercress, o nosso bem conhecido agrião. Esse sanduiche de ovo é muito popular por aqui e eu sempre compro pronto quanto preciso de uma refeição ligeira, que dê pra comer com as mãos e que não faça muita lambança. Mas nunca tinha feito ele em casa. Nem preciso dizer que essa versão caseira, feita com ovos caipiras e verdura orgânica, ficou muito melhor.

faz 4 sanduíches
4 ovos caipiras cozidos e picadinhos
1 xícara de cress [ou agrião] picadinho
2 colheres de sopa de azeitona verde picada
2 colheres de sopa de maionese
1/4 colher de chá de sal
1/4 colher de chá de pimenta do reino branca moída na hora
Algumas gotas de tabasco
Algumas folhas de rúcula
8 fatias de pão da sua preferência [*usei o preto de centeio]

Misture todos os ingredientes até ficarem bem incorporados, espalhe sobre uma fatia de pão. Cubra com uma ou duas folhas de rúcula e com a outra fatia de pão. Pressione levemente com a mão, corte ao meio com uma faca afiada e sirva com pickles de micro pepinos—cornichons.

sanduíche de pepino

sandw-pepino_2S.jpg

Quase que posso dizer que estou soterrada em pepinos, porque eles não param de chegar na cesta orgânica. E estão chegando em digitos duplos. É uma pepinada que não acaba mais e que está, aos poucos, virando sopa fria ou salada, sopa fria ou salada. Mas desta vez decidi usá-los num sanduíche, e por que não o clássico tea time cucumber sandwiche? Fiz do meu jeito.

Um pepino bem firme
Fatias de pão de forma branco [usei um de buttermilk]
Cream cheese em temperatura ambiente
Sal, pimenta do reino moída na hora a gosto
Azeite de oliva [usei um prensado com laranja]
Ciboulettes frescas picadinhas

Corte o pepino em fatias finérrimas usando uma faca bem afiada ou o mandoline. Eu não descasquei o meu pepino, mas você pode descascar o seu se quiser. Coloque o cream cheese numa vasilha e tempere com as ciboulettes picadas, o azeite, sal e pimenta. Misture bem. Cubra os dois lados da fatia de pão com o cream cheese, acomode uma camada de fatias de pepino por cima de uma das fatias de pão. Aperte bem com as mãos, corte as bordas do pão [ou não corte, se estiver com preguiça] e sirva os sanduichinhos, acompanhados de chá ou limonada.

*p.s. as moscas no prato não são de verdade. *pisc!

sanduíche de salmão
defumado [com erva-doce & iogurte]

salmao-ervadoce_1S.jpg

Nem sou uma pessoa que come sanduiche o tempo todo. Raramente substituo um prato de comida por um sanduba. Isso eu gostava de fazer quando tinha meus vinte anos. Mas tem dias que só dá tempo de fazer um tostex de queijo, o que pra mim é praticamente o fundo do poço em termos de alimentação. No dia em que minha hora do almoço foi um samba do crioulo doido, montei esse sanduíche super rapidinho e sem nenhuma culpa. Ficou tão bom que repeti a dose no jantar [abafa!]. Não quero de jeito nenhum incentivar ninguém a consumir salmão poluído de fazenda, mas se acharem um bom salmão selvagem, não percam essa oportunidade. Usei o King do Alaska. Aqui encontramos salmão defumado em fatias finíssimas e também em postas grossas. Eu gosto mais do que vem em postas e foi esse que usei.

Salmão defumado picado grosseiramente com as mãos
Bulbo de erva-doce ralado fininho no mandoline
Iogurte seco temperado com cibouletes, sal e azeite
Pão de centeio, preto ou integral

Pra fazer o iogurte seco eu usei um potinho pequeno de iogurte de leite de cabra, que despejei numa peneira forrada com paninho de fazer queijo [cheesecloth—mas pode usar qualquer outro tipo de paninho fino] e deixei drenando em cima de uma vasilha de vidro dentro da geladeira por 2 dias. Pode usar qualquer tipo de iogurte. Eu usei o de cabra porque sou fancy. Depois é só transferir o iogurte drenado para uma vasilha de vidro com tampa e temperar com cibouletes picadinhas, sal marinho [usei o Maldon] e azeite.

Tempere a erva-doce ralada com sal, suco de limão e azeite.

Para montar o sanduiche, toste as fatias de pão. Eu usei de centeio, mas pode ser pão preto ou integral. Passe uma camada do iogurte seco numa das fatias, arrange por cima as fatias de erva-doce temperada, depois salpique com os pedaços de salmão defumado. Espalhe mais iogurte seco temperado na outra fatia de pão, cubra com mais um pouco de erva-doce e coloque sobre a outra fatia de pão com o recheio, fechando o sanduiche. Aperte bem com a mão e corte ao meio com uma faca de serra. Sirva sozinho ou acompanhado de uma salada de folhas verdes ou um pickles de pepino.

sanduíche aberto de pepino

sanduba-pepino3S.jpg

Para um dia quente. Duas palavras: substancioso e refrescante. Pão, queijo, pepino. A receita original, saida da revistinha Everyday Food, era feita com pão francês. Eu usei um pão preto bem robusto. Use o pão que quiser. Prepare uma pasta com queijo feta temperado com suco e raspas da casca de limão e pimenta do reino. Fatie o pepino com um mandoline ou uma faca afiada. Não precisa descascar. Espalhe a pasta de queijo sobre o pão, cubra com fatias de pepino e tempere com uma pitada de pimenta moída na hora e um fio de azeite.

essa louca

a_louca_3S.jpg

Guardei a carne que usei para fazer o caldo da sopa para Barack. Depois de ter ficado cozinhando em fogo baixo por mais de cinco horas, a carne ficou ultra macia, se despedaçando. Vislumbrei fazer com ela uma salada, aquela tal, conhecida mundialmente como carne louca. Fiz uma outra receita similar um tempo atrás, usando os ingredientes que tinha guardado na memória e um outro tipo de carne. Desta vez como eu não tinha cebola nem salsinha, usei apenas um pimentão verde e meia pimenta jalapeño ralados no mandoline e bastante coentro picado. Temperei com flor de sal, vinagre de vinho e bastante azeite extra-virgem. Servi com torradinhas de pão francês, que era o que eu tinha.

caprese no pão

Eu nunca iria conseguir achar as palavras certas para agradecer à pessoa que inventou a pizza. O que seria dos meus sábados, durante todos os anos da minha vida, sem aquela massa deliciosa lambuzada com molho de tomate, coberta com muito queijo mussarela e assada primorosamente na alternância entre a crocância e o derretimento perfeitos?

Outra invenção memorável e certamente merecedora de agradecimentos efusivos é a salada caprese. Tomate, mussarela, manjericão, azeite. Posso comer esse prato o verão inteiro, enquanto os tomates durarem, sem enjoar. E eu nunca esqueço do pão, que precisa ser usado para sorver e aproveitar todo o caldinho dos tomates, misturado ao azeite. A idéia de juntar tudo numa coisa só e fazer uma caprese no pão me conquistou imediatamente. Melhor que essa salada entre duas fatias de pão, só mesmo uma bela pizza!

  • Uma fatia grossa de um pão bem fresquinho
  • Tomates orgânicos maduríssimos cortados em fatias
  • Muitas folhas de manjericão fresco
  • Fatias da melhor mussarela de búfala que seu dinheiro puder comprar
  • Um bom azeite de oliva
  • Sal a gosto, se quiser

Monte o sanduba com as fatias de tomate salpicadas com sal, se quiser, as fatias de mussarela, as folhas de manjericão e regue tudo com um fio de azeite. Eu devorei dois deles, sozinha. E para beber abri um vinho tinto italiano que estava dando sopa na minha pequena adega.

sanduiche de salmão
[defumado]

sanduba_salmao_s.jpg

Receita perfeita da Elise, que chegou no momento exato, quando eu tinha muitas sobras de salmão defumado do brunch do último domingo. Felicidade pra mim é chegar em casa no final da tarde, cansada do dia estafante e preparar um jantarzinho delicioso em menos de trinta minutos. ôlerê, belê!

Você vai precisar de:
Fatias de pão francês
Queijo Gruyere * usei o finlandês Lappi
Salmão defumado em fatias finas
Limão em conserva — eu compro pronto, mas veja como fazer em casa aqui
Chives - cibouletes picadinhas *esqueci de colocar
Manteiga
Uma frigideira robusta e bem larga

Coloque a frigideira no fogo médio. Enquanto isso monte os sanduiches com fatias do queijo, fatias do salmão, a casca do limão em conserva cortada finíssima e as cibouletes sobre uma fatia de pão. Passe manteiga na outra fatia e cubra o sanduiche. Coloque os sanduiches na frigideira, a parte com manteiga para baixo primeiro. Vire os sanduiches, deixe tostar dos dois lados. Retire da frigideira e sirva imediatamente.

tudo se transforma I

turkey_leftover.jpg

Seis quilos de peito de peru para seis pessoas foi um pouquinho demais, né? Agora samba, cabrocha, samba pra conseguir dar um fim nessa peruzada toda. É sobra que não acaba mais. Primeiro fiz o basicão sanduba com fatias de peru, fatias de tomate e queijo, tudo derretido e prensado na frigideira. Depois fiz esse recheio frio, que era uma receita muito antiga que eu fazia com frango desfiado. Pique bem picadinho:

Peito de peru
1 maçã verde
Várias fatias de picles de pepino
1 talo de salsão [aipo]
Bastante salsinha
Um punhado de azeitonas pretas

Tempere tudo com sal, pimentão, um fio de azeite, suco de limão e maionese, da melhor que tiver disponível. Misture bem e sirva com pão e folhas de alface. Com esses croissants fresquinhos o sanduba de peru ficou o fino da bossa.

a carne louca

carne_louca.jpg

Nem sou capaz de calcular quantos anos fazia que eu não comia essa salada de carne. Não me lembro se ela era feita com músculo ou lagarto—tenho uma inclinação pelo músculo, que era aquela carne que se colocava em sopa, bem fibrosa e com gordura. Já esqueci muita coisa, especialmente essas relativas à cortes de carne. Mas resolvi que iria fazer a carne louca e comprei um belo pedaço de beef eye round roast, que eu acho que se equipara muito bem ao lagarto brasileiro. Fritei dos dois lados, depois joguei uma garrafinha de cerveja e bastante molho ingles e cozinhei na panela de pressão. Depois de fria, desfiei com as mãos. Adendo: arre égua, precisa ter dedos de mulé cabra macho pra desfiar essa carne! Depois misturei com bastante cebola cortada bem fininha, pimentão verde cortado bem fininho e uma boa quantidade de salsinha picada. Temperei com sal, pimenta do reino moída, um vinagre de vinho tinto da melhor qualidade e muito azeite. Comemos no dia, mas as sobras que ficaram na geladeira ainda estão fazendo sucesso.

my own private junk food

private_junk_food.jpg

O cachorro-quente é uma daquelas comidas que faz parte da história gastrônomica da minha vida. O impacto que esse sanduíche me causou, comida alguma nunca se equiparou. Fazia muito tempo que eu não comia um cachorro, portanto estava mais do que na hora. O detalhe especial dessa junk food é que nada ali é realmente junk, a começar da salsicha—da melhor qualidade, até as batatas fritas e o molhinho de cebola e pimentão. Nada é ordinário, tudo é orgânico, até a maionese. Pra comer sem culpa, com gosto, ficar com aquela cara alegre, cheia de satisfação.

Eu cozinho as salsichas na água, escorro, retorno a panela ao fogo, rego com um pouco de azeite, jogo cebola e pimentão verde cortados em rodelas e refogo, até os legumes ficarem macios e formarem um molho. Só isso!

O famoso sanduba do Elvis

Apesar de não ser uma consumidora frequente do produto, tenho que ter sempre um vidro de peanut butter na despensa, para a eventualidade de dar uma vontade de comer o sanduiche favorito do Elvis Presley!

As receitas:

Peanut Butter and Banana Sandwich
do The Presley Family Cookbook

3 colheres de sopa de peanut butter
2 fatias de pão branco
1 banana -- amassada
2 colheres de sopa de margarina -- derretida
Misture a peanut butter com a banana amassada. Toste o pão levemente. Espalhe a peanut butter com a banana amassada na torrada. Frite na margarina derretida, virando dos dois latos até ficar dourado.

. . . . . . . . . .

Elvis's Favorite Peanut Butter Sandwich

2 fatias de pão branco
2 colheres de sopa de peanut butter cremosa
1/2 banana - bem madura
2 colheres de sopa de manteiga ou margarina

-Espalhe a peanut butter sobre uma das fatias de pão
-Coloque fatias da banana sobre a peanut butter
-Cubra com a outra fatia de pão
-Derreta a margarina numa frigideira sobre fogo médio.
-Frite o sanduiche até ficar dourado dos dois lados

NOTA : Elvis comia esse sanduíche com garfo e faca. Não é a toa que ele ficou bem gordutchinho nos seus últimos anos de vida!

. . . . . . . . . .

Minha versão do Sanduiche Favorito do Elvis

Espalhar peanut butter em duas fatias de pão branco de forma. Cortar uma banana em rodelas e colocar entre as fatias. Tostar o sanduiche fechado, numa frigideira ou aparelho de fazer sanduiche.

Devorar com direito a lamber os dedos!!




[VOLTAR]