pêssegos no Lillet
[com manjericão]

peachesLillet.jpg

Essa receita é perfeita para essa época de fartura dos pêssegos. Descasque uns três deles, bem maduros e corte em fatias. Coloque tudo num vidro esterilizado, junte folhas de manjericão cortadas bem fininho. Despeje o vinho Lillet branco no vidro com as frutas até cobrir tudo. Feche bem com uma tampa e leve à geladeira. Consuma depois de algumas horas.

oito limões — açúcar & suco

oitolimoes.jpg

Admito que peguei muitos limões Meyer quango a colega trouxe uma sacola deles para desovar no trabalho. A desculpa é que eu *A M O* esse limão [e quem não ama?] e não podia deixar passar essa oportunidade, pois agora acho que só verei meyer lemons no final do ano. E para não correr o risco de perder uma gota dessa preciosidade e usar quase tudo o que fosse possível, resolvi raspar a casca de oito deles e espremer o suco. Com as raspas eu fiz um açúcar de limão, que ficou super forte e aromático. Eu já tinha feito outros açúcares assim, mas esse ficou diferente pois usei muito mais raspas e não deixei secar, então ficou um açúcar úmido. Foram raspas de 8 limões bem grandes e 4 xícaras de açúcar super fino, daqueles próprios para bebidas que dissolvem mais fácil. E o suco eu guardei na geladeira e fui usando. Uma boa oportunidade para usar o açúcar e o suco é fazer uma limonada. Num copo alto coloque um dedo de suco, complete com água gasosa, adoçe com o açúcar, misture bem e beba.

kumquat marmalade
— geléia de kinkã

kumkuat-marmalade_1S.jpg

Achei duas árvores carregadas de kinkãs perto do meu prédio na universidade e cada dia que eu passava por elas durante minha caminhada estica-pernocas da tarde catava um punhado e levava pra comer no meu cubo. Adoro comer essa frutinha como se fosse pipoca! Mas depois fui lá com minha amiga, eu com uma caixa de papel e ela com uma sacolinha. Pegamos muitas kinkãs e eu quis fazer uma marmalade. Procurei várias receitas e escolhi a mais simples delas [e a com menos açúcar] no website da epicurious. Deleguei a tarefa de fatiar e descaroçar as mini-laranjas pro meu marido, que encarou o desafio com coragem e determinação. E depois de uma hora de trabalho minucioso, me entregou as kinkãs prontas para irem pra panela. A quantidade de fruta inteira que eu tinha rendeu 7 xícaras fatiadas. Ajustei as medidas da receita de acordo. Gostei dessa receita por ela ser fácil e rápida de fazer e por não ser muito doce. Gosto de sentir o sabor da fruta no doce. Gostei tanto dessa marmalade que tenho levado em pequenos vidrinhos para comer como snack da tarde no trabalho, acompanhada de pequenos biscottis italianos.

2 xícaras de laranjas kinkãs fatiadas e sem caroço
1/2 xícara de açúcar
1/2 xícara de água

Coloque as kinkãs fatiadas numa panela grande e robusta. Misture o açúcar e deixe macerar por 15 minutos. Junte a água e leve ao fogo alto até ferver. Abaixe o fogo e cozinhe por uns 20 minutos ou até que o liquido tenha reduzido e engrossado, como um xarope. Não deixe o caldo secar muito, pois ele vai engrossar mais depois de frio. Remova a geléia do fogo, deixe esfriar, coloque em potes com tampa e guarde na geladeira por até 2 semanas.

spicy prunes

spicyprunes.JPG

Desde que comi as ameixas no Zuni Cafe que encasquetei que iria tentar fazê-las em casa. Elas ficam ótimas acompanhando presunto ou outro tipo de carne de porco. Inventei bem inventado. Misturei as especiarias: cardamomo, aniz estrelado, sementes de erva-doce, cravo da india, gengibre em pó, coloquei até uma pitadinha de lavanda. Misturei numa boa dose de brandy e mergulhei as ameixas nesse liquido. Coloquei num vidro, fechei e deixei macerar por dois dias. O brandy absorve o aroma das especiarias e as ameixas absorvem o brandy. Eu errei um pouco na mão e pus muito brandy, mas as ameixas estão bem saborosas, macias e impregnadas - hic! Coma com moderação.




[VOLTAR]